Entramos na faculdade de arquitetura e urbanismo cheios de sonhos e expectativas. É normal que nossa paixão por essa profissão aumente cada vez mais ao longo do curso, porém quando finalmente chegamos ao fim da graduação, percebemos que muitas das nossas expectativas estavam erradas.

Neste post decidimos facilitar a vida dos novatos e reunir algumas descobertas que ninguém te conta sobre se formar em arquitetura:

• Os custos são maiores do que pensamos

Não basta pagar transporte e faculdade. Se formar em arquitetura envolve muitos gastos com materiais para maquetes, desenho, plotagem, encadernações, pastas, estiletes… Sem falar nos congressos, estudos complementares, cursos online, especializações, livros e por aí vai.

• Não é fácil conseguir emprego

A arquitetura é um campo que tem muita concorrência. Para piorar, em algumas vagas de emprego nós concorremos também com os engenheiros. Por isso é essencial fazer um estágio durante a faculdade: para já ter experiência no currículo na hora de competir no mercado de trabalho. 

Leia também: 5 truques para se destacar em um processo seletivo para arquitetos

• Saber desenhar não é tudo

É comum que arquitetos gostem de desenhar e que tenham boas habilidades artísticas. No entanto, não é a qualidade dos desenhos que determinam o sucesso de um profissional de arquitetura. Principalmente hoje em dia, com o CAD e programas de modelagem 3D, o que importa de verdade são suas ideias.

• Suas criações não são suas

Essa visão pode ser um pouco polêmica, mas a verdade é que nós vendemos um serviço para nossos clientes, por isso muitas vezes precisamos saber abdicar das nossas vontades para agradar quem está pagando.

As alterações muitas vezes são frustantes e podem descaracterizar completamente o seu projeto. No entanto, pode ser mais fácil encarar esse fato se você pensar além da questão financeira: é o cliente que vai viver e utilizar o espaço, então é importante deixá-lo feliz com o resultado.

• Clientes não caem do céu

Esse aprendizado vale para todos, mas é ainda mais importante para os arquitetos que decidem seguir uma carreira independente. Conquistar clientes é um processo difícil e demorado. E para isso você vai precisar saber muito mais do que Arquitetura: é preciso entender de marketing, vendas, gestão, relacionamentos, escrita, redes sociais, branding e muitos outros assuntos que você nem pensava no começo da faculdade.

• A faculdade não ensina tudo

Essa pode ser a constatação mais difícil de digerir, especialmente depois de ter passado tantos anos na faculdade de arquitetura e urbanismo. A universidade falha em ensinar várias habilidades que um arquiteto realmente precisa saber para exercer sua profissão. Esse é um dos motivos pelos quais 1/3 dos arquitetos segue fazendo especializações depois de formados.

É claro que é importante se manter sempre atualizado e o estudo constante é bom em qualquer fase da carreira. No entanto, é fácil notar que a maior parte dos alunos sai da faculdade sem estar preparado para a prática. E a maioria dos que estão prontos, não aprenderam na faculdade, mas sim em estágios, empresas juniores ou workshops.

Quando entramos na faculdade de arquitetura, achamos que vamos sair de lá completamente preparados para a profissão, mas não é bem assim. O sentimento mais comum é: “ok, me formei em arquitetura, e agora?“. Resolver esse problema é uma das missões da Projetou. Clique aqui se quiser saber mais sobre a gente.

O que achou da nossa lista? Esquecemos de alguma coisa? Deixe nos comentários.